domingo, 29 de dezembro de 2013

GOETHE

Imagem: pintura de Bia Moreira



Alguns pensamentos de Goethe







"O mais belo dito é depreciado, se o ouvinte tem ouvidos moucos."







"Nada podes fazer; tudo está insensível. Não te importes: a pedra lançada no lodaçal não traça círculos."









"Todas as coisas são metáforas."







"Nós somos nossos próprios demônios, nós nos expulsamos do nosso paraíso."





"Conhecer alguém que pensa e sente como nós, e que embora distante está perto em espírito, eis o que faz da Terra um jardim habitado."







"Gosto daquele que sonha o impossível."










Johann Wolfgang von Goethe (Frankfurt, Maio 28 de agosto de 1749— Weimer,, 22 de março de 1832) foi um escritor alemão e pensador que também fez incursões pelo campo da ciência. Como escritor, Goethe foi uma das mais importantes figuras da literatura alemã e do Romantismo europeu, nos finais do século XVIII e inícios do século XIX foi um dos líderes do movimento literário romântico alemão Sturm und Drang. De sua vasta produção fazem parte: romances, peças de teatro, poemas, escritos autobiográficos, reflexões teóricas nas áreas de arte, literatura e ciências naturais. Além disso, sua correspondência epistolar com pensadores e personalidades da época é grande fonte de pesquisa e análise de seu pensamento. Através do romance Os Sofrimentos do Jovem Werther, Goethe tornou-se famoso em toda a Europa no ano de 1774. Mais tarde, com o amadurecimento de sua produção literária, e influenciado pelo também escritor alemão Friedrich Schiller, Goethe se tornou o mais importante autor do Classicismo de Weimar. Goethe é até hoje considerado o mais importante escritor alemão, cuja obra influenciou a literatura de todo o mundo. - Wikipedia



segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

SOBRE O NATAL





Uma coletânea de frases sobre o natal.
Imagens: cartões de natal antigos - Google



"Sugestões de presentes para o Natal: Para seu inimigo, perdão. Para um oponente, tolerância. Para um amigo, seu coração. Para um cliente, serviço. Para tudo, caridade. Para toda criança, um exemplo bom. Para você, respeito." (Oren Arnold)




"O Natal agita uma varinha mágica sobre todo o mundo, e observe, tudo é mais suave e mais bonito." (Norman Vincent Peale)




"Lembre-se, se o Natal não é achado em seu coração, você não o achará debaixo da árvore." (Charlotte Carpenter)


"Oxalá pudéssemos meter o espírito de natal em jarros e abrir um jarro em cada mês do ano." (Harlan Miller)





"O natal não é um período e nem uma estação, é um estado de espírito." (Calvin Coolidge)





"Não existe o Natal ideal, só o Natal que você decida criar como reflexo de seus valores, desejos, queridos e tradições." (Bill McKibben)



"Ainda que se percam outras coisas ao longo dos anos, mantenhamos o Natal como algo brilhante.…. Regressemos a nossa fé infantil." (Grace Noll Cowell)



"Me perguntaram para que um ateu comemora o Natal. Ora,pelo mesmo motivo dos cristãos. Para comer,beber e ficar batendo papo depois da meia noite." (Marcelo Maia)





"Mudaria o Natal ou mudei eu?"
(Machado de Assis)




"A solidão do homem não faz parte da ceia de Natal, porém, poderá acertar e corrigir as trilhas já percorridas, aperfeiçoando uma nova maneira de ser." (Erasmo Shallkytton)





"O Natal é o lugar onde guardamos as memórias de nossa inocência." (Alexsandra Zulpo)




A Todos

Um Feliz Natal!




quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

Charlotte Bronte - Jane Eyre


Charlotte Brontë






Trecho de "Jane Eyere," romance de Charlotte Bronte

"O mundo deve odiar aquele que ousa investigar e expor; destruir o revestimento dourado e mostrar a base de metal por baixo dele; penetrar no sepulcro e revelar as relíquias mortuárias. Mas, mesmo odiando, estará endividado com ele."



“Sabe-se muito bem que é dificílimo erradicar preconceitos dos corações cujos solos nunca foram revolvidos ou fertilizados pela educação: preconceitos crescem ali firmes como erva daninha entre pedras.”





"A vida é muito curta para ser gasta nutrindo animosidade ou registrando erros."




Charlotte Brontë foi uma escritora e poeta inglesa, a mais velha das três irmãs Brontë que chegaram à idade adulta e cujos romances são dos mais conhecidos da literatura inglesa. 

Nascimento: 21 de abril de 1816, Reino Unido

Falecimento: 31 de março de 1855, Reino Unido



segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

DION FORTUNE - MAGNETISMO






Trechos do livro "Autodefesa psíquica," de Dione Fortune


"...Certa vez, quando eu era pequena, recolhi um corvo moribundo. a criatura permaneceu inerte por alguns minutos em meus joelhos e então teve uma palpitação e morreu. Eu nunca tinha visto uma morte antes, mas ninguém precisou me dizer que eu a encontrara. A "sensação" da criatura, antes e depois da palpitação, era diferente . Só posso comparar a sensação das cruzes magnetizadas e não magnetizadas às diferenças que senti entre o pássaro vivo e o pássaro morto."






MAGNETSMO

"Os objetos físicos impregnam-se com as emanações etéreas e as retém por períodos consideráveis como uma faca retém o odor de cebolas e contamina tudo o que cortamos com ela. Essas emanações, ou magnetismo como são chamadas na terminologia da ciência oculta, afetam profundamente toda pessoa sensitiva que está em contato com elas. Há um fundo de verdade na velha superstição de que traz desgraça colocar as botas sobre uma mesa. É igualmente desaconselhável colocar roupas externas sobre uma cama. Você não sabe em quem roçou os ombros no ônibus ou no trem, então por que dar ao magnetismo de alguém a chance para contaminar o seu lugar de dormir?
Felizmente para todos nós, o magnetismo é uma força muito fugidia, e embora essa força possa ser poderosa quando fresca, ela desaparece rapidamente , a não ser que tenha sido deliberadamente criada por meio do ritual. Não é difícil livrar-se da terrível atmosfera que cerca a vítima de um ataque oculto e permeia todos os seus pertences, em
bora ela rapidamente se recomponha quando as condições que a originaram não foram purificadas."



"...O meio mais eficaz de livrar a vítima do magnetismo é movê-la para um local fresco e não deixá-la levar nenhum de seus pertences. Isso, contudo, é uma coisa muito difícil para muitas pessoas... deixemos que a vítima de um ataque oculto se mude temporariamente para outro ambiente, levando consigo apenas os pertences indispensáveis , e façamos com que ela se mude com novas roupas, ou em roupas que acabaram de chegar da lavanderia...."

"...A água, além disso, é veículo de purificação. Ela é utilizada no rito do batismo pela igreja e na Preparação do Lugar pelo ocultista antes do início de uma cerimônia. Estritamente falando, deve haver um pouco de sal na água empregada para esse fim, e o sal e a água são abençoados pelas poderosas invocações quando o sacerdote prepara água benta, seja para um batismo, ou para colocá-la na pia para uso da congregação.




É um ótimo expediente quando se tenta quebrar um contato psíquico indesejável, imergir o paciente num banho de água que foi especialmente consagrada para este fim. Vesti-lo em seguida com roupas novas ou pelo menos limpas, e se for possível, mudá-lo para um quarto diferente. Se isso não puder ser feito, desloque a cama de lugar, cuidando para que ela fique num ângulo diferente do anterior; ou seja, se o paciente tinha o hábito de dormir deitado no sentido norte-sul, coloque sua cama de modo que ele agora durma no sentido leste-oeste.

Preces para serem utilizadas na bênção do sal e da água:

Apontando o primeiro e o segundo dedos para o sal: Eu te exorcizo, ó criatura da terra, pelo Deus Vivo
 ( + ), pelo Deus sagrado ( + ), pelo Deus onipotente ( + ), para que te purifiques de todas as influências malignas, em Nome de Adonai, que é o Senhor dos Anjos e dos homens.

Estendendo a mão sobre a água: Ó criatura da água, adora teu Criador. Em nome de Deus, Pai Todo Poderoso, Que estendeu um firmamento no meio das águas, e de Jesus Cristo, Seu Filho, nosso Salvador, eu te consagro ( + ) para o serviço de Deus, em Nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, Amém.







Violet nasceu em Bryn-y-Bia (Llandudno, Gales, e cresceu no seio de uma família onde se praticava, rigorosamente, a Ciência Cristã. Por volta de 1910, após sofrer uma crise nervosa , interessou-se pelo Ocultismo.

Em  1919 ela foi iniciada no Templo "Alpha e Ômega", da Ordem hermética da Aurora Dourada (Golden Dawn), onde adotou o nome-mágico de "Dion Fortune", inspirado no lema de sua família: "Deo , non fortuna "(Deus, não o destino)  . Ao mesmo tempo, estudou Psicologia e Psicanálise na Universidade de Londres, onde se formou, passando a trabalhar como psicoterapeuta na Clínica Médico-Psicológica de Brunswick Square.

Escreveu uma série de romances e contos que explora vários aspectos da Magia e do Misticismo, incluindo "The Secrets of Dr. Taverner", uma coletânea de contos baseados em suas experiências com o magista maçon irlandês, Theodore Moriarty, que foi seu mestre . De suas obras não-ficção sobre temas mágicos, as mais lembradas são: "A Doutrina Cósmica", que pretende ser um somatório de seus ensinamentos básicos sobre o Misticismo, "Cabala Mística", considerada sua obra-prima, e "Autodefesa Psíquica", que ensina como se proteger de ataques mágicos.

Em 1922, deixou a loja "Alpha e Ômega" e, junto com o marido, Penry Evans, fundou a "Fraternidade da Luz Interior", mais tarde renomeada como "Sociedade da Luz Interior", à qual se dedicou pelo resto de sua vida.

Dion Fortune alegou ter participado do "Magical Battle of Britain", que seria uma tentativa de ocultistas britânicos para ajudar, magicamente, o esforço de guerra, visando impedir a iminente invasão alemã, durante os dias mais sombrios da Segunda Guerra Mundial. Seus esforços nesse sentido estão registrados em uma série de cartas, escritas na época .

Ela morreu em 1946, de Leucemia. - Fonte: Wikipedia




terça-feira, 10 de dezembro de 2013

NEM TODOS VÃO GOSTAR DE VOCÊ






NEM TODOS VÃO GOSTAR DE VOCÊ...




TEXTO ENVIADO PELA FRATERNIDADE FRANCISCO DE ASSIS, PETRÓPOLIS -RJ


Certamente você está cada dia tornando-se alguém muito melhor, mas quem não
se interessa por você vai manter sempre a mesma opinião a seu respeito,
mesmo depois de muito tempo.
Querer dar certo com todos é uma pretensão que pode trazer muita tristeza.
Você não consegue mudar o sentimento de ninguém em relação a você. Se o
outro não quer mudar, não se iluda e apenas faça o seu melhor, ou então tome
as decisões que julgar melhor em relação a isso.
Maior mal você fará se gastar tempo e energia para tentar fazer reparos nos
corações que estão fechados na dureza e na frieza.
Dê mais atenção para as pessoas que se importam com você.
Siga essa dica: o que não for leve, que a vida leve.





sábado, 7 de dezembro de 2013

Susan Boyle




Susan Boyle

Susan Margaret Boyle é uma cantora escocesa que se tornou célebre por sua participação no programa de calouros britânico, Britain's Got Talent, transmitido pela rede de televisão britânica ITV. Wikipédia



Nascimento: 1 de abril de 1961 (52 anos), Blackburn, Reino Unido


Susan Boyle era uma moça pobre que costumava cantar em corais locais. Apesar de sua aparência, tem uma voz maravilhosa que encantou juízes e platéia do programa Britains Got Talent, em 2009. Classificada em segundo lugar ao final do concurso, Susan precisou ser hospitalizada por alguns dias em uma clínica de repouso após o resultado.




Durante o parto ela sofreu falta de oxigenação cerebral, o que a deixou com problemas cognitivos. Na escola, as outras crianças zombavam dela apelidando-a  "Simple Susan." 

Ela chegou a trabalhar durante algum tempo como cozinheira, mas logo perdeu o emprego. Susan Boyle nunca teve um namorado. 

Em uma entrevista, Susan Boyle confessou que antes da fama,  muitas vezes precisou economizar durante semanas a fim de comprar roupas e sapatos em um bazar local. Hoje, ela ainda vive na mesma casa onde morava antes da fama, na companhia de sua mãe.

Discografia: "I Dreamed a Dream" - 2009
The Gift - 2010
Someone to Watch Over Me - 2011
Standing Ovation - 2012

(texto traduzido e adaptado da revista Speak Up)



Às vezes, tudo o que uma pessoa precisa para mudar sua vida - além de coragem e determinação - é ouvir um simples "Sim.", dito com sinceridade e boa vontade; Susan, felizmente, encontrou pessoas que disseram-lhe 'sim' três vezes, e ajudaram-na a mudar sua vida.


"Eu me sinto amada pela primeira vez na vida." - Susan Boyle




terça-feira, 3 de dezembro de 2013

Ralph Waldo Emerson


Pensamentos de Ralph Waldo Emerson


*

"O que fica atrás de nós e o que jaz à nossa frente têm muito pouca importância, comparado com o que há dentro de nós."




"Quando vemos um grande homem, imaginamos uma semelhança com alguma personalidade histórica e profetizamos a sequência do seu carácter e do seu destino, dedução que necessariamente falhará. Ninguém jamais resolverá o problema do seu carácter, de acordo com os nossos prognósticos, mas de acordo com a própria orientação, personalíssima e sem precedente. O carácter aspira à largueza; não se deve misturar com as pessoas, nem ser julgado por episódios colhidos na velocidade da vida quotidiana ou em poucas ocasiões. Como um grande edifício, necessita de perspectiva. Não pode formar, e provavelmente não forma, relações rapidamente; e não devemos desejar explicações precipitadas, seja na ética popular ou na nossa própria, da sua ação." 

Ralph Waldo Emerson, in 'O Carácter'





Seguimos a Multidão
"Nos nossos contatos quotidianos seguimos a multidão, deixamo-nos levar por esperanças e temores subalternos, tornamo-nos vítimas das nossas próprias técnicas e implementos, e desusamos o acesso que temos ao oráculo divino. É apenas enquanto a alma dorme que nos servimos dos préstimos de tantas maquinarias e muletas engenhosas. De que servem os telégrafos? Qual a utilidade dos jornais? O homem sábio não aguarda os correios nem precisa ler telegramas para descobrir como se sentem os homens no Kansas ou na Califórnia durante uma crise social. Ele ausculta o seu próprio coração. Se eles são feitos como ele é, se respiram o mesmo ar e comem o mesmo trigo, se têm mulheres e filhos, ele sabe que a sua alegria e ressentimento atingem o mesmo ponto que o seu. A alma íntegra está em perpétua comunicação telegráfica com a fonte dos acontecimentos, dispõe de informação antecipada, qual despacho particular, que a exime e alivia do terror que oprime o restante da comunidade. 

Ralph Waldo Emerson, in "Progresso da Cultura"




A Ilusão da Viagem
Viajar é o paraíso dos tolos. Devemos às nossas primeiras jornadas a descoberta de que o lugar não significa nada. Em casa, imagino sonhadoramente que em Nápoles ou em Roma poderei intoxicar-me de beleza e livrar-me da tristeza. Faço as malas, abraço os amigos, tomo um vapor e, finalmente, acordo em Nápoles e lá, diante de mim, está o facto insubornável, o triste eu, implacável, idêntico, de que fugi. Visito o Vaticano e os palácios. Finjo estar intoxicado com as visitas e as sugestões, mas não é verdade. O meu gigante acompanha-me por onde vou."

Ralph Waldo Emerson, in "Essays"




Acredita no Teu Próprio Pensamento

Acredita no teu próprio pensamento; crer que o que é certo para ti, no teu coração, o é também para todos os homens - isso é o génio. Expressa a tua convicção latente e ela será o juízo universal; pois sempre o mais íntimo se converte no mais externo, e o nosso primeiro pensamento é-nos devolvido pelas trombetas do Juízo Final. A voz da mente é familiar a cada um; o maior mérito que atribuímos a Moisés, Platão e Milton é o de terem reduzido a nada livros e tradições, e dito o que pensavam eles próprios, não o que pensavam os homens. Um homem deveria aprender a distinguir e contemplar esse raio de luz que brilha através da sua mente, vindo do interior, melhor do que o brilho do firmamento de bardos e sábios. E, no entanto, expulsa o seu pensamento, sem lhe dar importância, apenas porque é o seu.

Em toda a obra de génio, reconhecemos os nossos próprios pensamentos rejeitados; são-nos devolvidos com uma certa majestade alienada. As grandes obras de arte não nos oferecem lição mais impressionante do que essa. Elas ensinam-nos a aceitar, com bem humorada inflexibilidade, as nossas impressões espontâneas, especialmente quando todo o clamor das vozes esteja do lado oposto. Senão, um estranho dirá amanhã, com magistral bom senso, precisamente aquilo que pensamos e sentimos todo o tempo, e seremos forçados a receber de outrem, envergonhados, a nossa própria opinião. 

Ralph Waldo Emerson, in 'A Confiança em Si Mesmo'



Emerson

segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

São Nicolau


A Lenda de São Nicolau (St. Nicolas, Santa Claus, Papai Noel, Pai Natal)


do blog "Contos e Lendas de Natal" - natal.com.pt/contos-e-lendas-de-natal

Nicolau, filho de cristãos abastados, nasceu na segunda metade do século III, em Patara, uma cidade portuária muito movimentada.

Conta-se que foi desde muito cedo que Nicolau se mostrou generoso. Uma das histórias mais conhecidas relata a de um comerciante falido que tinha três filhas e que, perante a sua precária situação, não tendo dote para casar bem as suas filhas, estava tentado a prostituí-las. Quando Nicolau soube disso, passou junto da casa do comerciante e atirou um saco de ouro e prata pela janela aberta, que caiu junto da lareira, perto de umas meias que estavam a secar. Assim, o comerciante pôde preparar o enxoval da filha mais velha e casá-la. Nicolau fez o mesmo para as outras duas filhas do comerciante, assim que estas atingiram a maturidade.

Quando os pais de Nicolau morreram, o tio aconselhou-o a viajar até à Terra Santa. Durante a viagem, deu-se uma violenta tempestade que acalmou rapidamente assim que Nicolau começou a rezar (foi por isso que tornou também o padroeiro dos marinheiros e dos mercadores). Ao voltar de viagem, decidiu ir morar para Myra (sudoeste da Ásia menor), doando todos os seus bens e vivendo na pobreza.



Quando o bispo de Myra da altura morreu, os anciões da cidade não sabiam quem nomear para bispo, colocando a decisão na vontade de Deus. Na noite seguinte, o ancião mais velho sonhou com Deus que lhe disse que o primeiro homem a entrar na igreja no dia seguinte, seria o novo bispo de Myra. Nicolau costumava levantar-se cedo para lá rezar e foi assim que, sendo o primeiro homem a entrar na igreja naquele dia, se tornou bispo de Myra.

S. Nicolau faleceu a 6 de Dezembro de 342 (meados do século IV) e os seus restos mortais foram levados, em 1807, para a cidade de Bari, em Itália. É atualmente um dos santos mais populares entre os cristãos.

S. Nicolau tornou-se numa tradição em toda a Europa. É conhecido como figura lendária que distribui prendas na época do Natal. Originalmente, a festa de S. Nicolau era celebrada a 6 de Dezembro, com a entrega de presentes. Quando a tradição de S. Nicolau prevaleceu, apesar de ser retirada pela igreja católica do calendário oficial em 1969, ficou associado pelos cristãos ao dia de Natal (25 de Dezembro)



A imagem que temos, hoje em dia, do Papai Noel é a de um homem velhinho e simpático, de aspecto gorducho, barba branca e vestido de vermelho, que conduz um trenó puxado por renas, que esta carregado de prendas e voa, através dos céus, na véspera de Natal, para distribuir as prendas de natal. O Papai Noel passa por cada uma das casas de todas as crianças bem comportadas, entrando pela chaminé, e depositando os presentes nas árvores de Natal ou meias penduradas na lareira. Esta imagem, tal como hoje a vemos, teve origem num poema de Clement Clark More, um ministro episcopal, intitulado de “Um relato da visita de S. Nicolau”, que este escreveu para as suas filhas. Este poema foi publicado por uma senhora chamada Harriet Butler, que tomou conhecimento do poema através dos filhos de More e o levou ao editor do Jornal Troy Sentinel, em Nova Iorque, publicando-o no Natal de 1823, sem fazer referência ao seu autor. Só em 1844 é que Clement C. More reclamou a autoria desse poema.




Hoje em dia, na época do Natal, é costume as crianças, de vários pontos do mundo, escreverem uma carta ao S. Nicolau, agora conhecido como Papai Noel, onde registam as suas prendas preferidas. Nesta época, também se decora a árvore de Natal e se enfeita a casa com outras decorações natalícias. Também são enviados postais desejando Boas Festas aos amigos e familiares.

Atualmente, Há quem atribuía à época de Natal um significado meramente consumista. Outros, vêem o Papai Noel como o espírito da bondade, da oferta. Os cristãos associam-no à lenda do antigo santo, representando a generosidade para com o outro.



SARTRE

Alguns pensamentos de Jean-Paul Sartre. "Falamos na nossa própria língua e escrevemos numa língua estrangeir...