quarta-feira, 21 de junho de 2017

BILHETE





Um poema de Mário Quintana:




Se tu me amas, ama-me baixinho
Não o grites de cima dos telhados
Deixa em paz os passarinhos
Deixa em paz a mim!
Se me queres,
enfim,
tem de ser bem devagarinho, Amada,
que a vida é breve, e o amor mais breve ainda...





2 comentários:

O meu pensamento viaja disse...

Tão doce, tão sussurrado, tão baixinho ... Que bom amar assim.
Beijo

Anete disse...

Gosto de Mário Quintana. Bem profundo o que falou nos seus versos.
O amor verdadeiro é vivido com intensidade e cativo sublime...
Um abraço

um Poema de Amor

AMO-TE Amo-te quanto em largo, alto e profundo Minh'alma alcança quando, transportada, sente, alongando os olhos ...